Renata Bicalho 

Escritora

Que leitura suave, fluida e cheia de reflexões sobre a vida de imigrantes, preconceitos, amor, ciência, poesia, rejeição, fatos, verdades, paixões e outras coisas mais! Nicola Yoon escreve de forma cativante! Recomendo!

“Nomes são coisas poderosas. Servem como marcadores de identidade e uma espécie de mapa, localizando a pessoa no tempo e na geografia. Mais do que isso, podem ser uma bússola. (…) Para que eles soubessem de onde vinham. Para que soubessem para onde iam.”

“Natasha: Sou uma garota que acredita na ciência e nos fatos. Não acredito na sorte. Nem no destino. Muito menos em sonhos que nunca se tornarão realidade. Não sou o tipo de garota que se apaixona perdidamente por um garoto bonito que encontra numa rua movimentada de Nova York. Não quando minha família está a 12 horas de ser deportada para a Jamaica. Apaixonar-me por ele não pode ser a minha história.”

“Daniel: Sou um bom filho e um bom aluno. Sempre estive à altura das grandes expectativas dos meus pais. Nunca me permiti ser o poeta. Nem o sonhador. Mas, quando a vi, esqueci de tudo isso. Há alguma coisa em Natasha que me faz pensar que o destino tem algo extraordinário reservado para nós dois.”

“O Universo: Cada momento de nossas vidas nos trouxe a este instante único. Há um milhão de futuros diante de nós. Qual deles se tornará realidade?”

#osoltambéméumaestrela #nicolayoon #penguinrandomhouse #editoraarqueiro #romance #mulheresempoderadas #naohacomoescapardoseusequestro #renatabicalho #thegratitudegardenblog

%d bloggers like this: